Blog do Eduardo

Saturday, June 10, 2006

Quase férias, quase Verão



Adoro o gelado de alperce, o banana split e o pêche melba que a mãe prepara. No Verão, costumamos jantar lá fora no jardim, na pérgola e os amigos que, às vezes, cá vêm tocam e cantamos todos. Às vezes. Porque outras vezes falam horas a fio de livros, política e viagens. E de futebol, porque a minha mãe gosta de futebol. O meu pai não, nem percebe nada de bola.
Mas gosto muito do meu jardim e de ficar na cama de rede a ler e a ouvir música. O pior é o Sebastião, o nosso cão, que tem a mania de querer ir para lá... e de roer os meus sapatos. Quando os meus amigos vêm para cá também é giro.
Na última festa de anos da minha irmã, eu e o meu irmão Bruno fomos para a varanda com balões de água e, quando os amigos e as amigas dela iam para os baloiços conversar (e namorar), nós atirávamos os balões. Também esmagámos morangos no banco de madeira e eles sentaram-se e ficaram todos sujos. É bem feita. Têm a mania que são grandes e que nós somos "miúdos", tramámo-los. Depois a mãe zangou-se connosco.
Uma outra vez, a Madalena, que é minha colega na escola teimou em ir para a cama de rede porque é muito bonita. E eu avisei que ela tinha que ter cuidado porque podia cair. Ela riu-se e achou que eu era parvo. Deixei-a ir, começou a baloiçar-se e caiu de nariz no chão. Era sangue por todo o lado e a minha mãe teve que tratar dela e levá-la a casa. A mãe da Madalena ainda queria bater na filha, mas depois acalmou-se. Vá lá. Ela devia estar cheia de dores e a mãe ainda gritava com ela. Um bocado parvo mas é a mãe dela, que é chata que se farta. Fala, fala, fala. A minha mãe faz de conta que não a vê para não a aturar.
Vou ver se convenço a mãe a fazer um dos gelados dela hoje. Pode ser que esteja com paciência.
Do que mais gosto no jardim é do cheiro do jasmim, da madressilva e da dama da noite. O ar cheira sempre bem. O meu irmão Bruno é que tem a mania de trepar às árvores todas, eu não gosto. Tenho medo de cair. Prefiro andar de bicicleta ou no meu moto 4. Só que para andar na moto tem que ser sempre acompanhado e ainda não aprendi a pôr gasolina nela, por isso prefiro a bicicleta.
Tenho que ir estudar música, tenho hoje ensaio. Toco clarinete, o Bruno toca trompete e a Beatriz toca flauta transversal. O Gonçalo, que é o mais velho, toca teclas do portátil!!!!!!! Mas tocava bem flauta, até gravou um CD com os colegas do colégio em Lisboa. Agora só computador.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home