Blog do Eduardo

Saturday, May 27, 2006

Quem chora de noite?

João acorda sobressaltado. Senta-se na cama e põe-se à escuta.A sua irmã Joana, meio adormecida, pergunta-lhe, lá da sua cama:

- Tu também ouviste, João? Parece um bebé a chorar.

- Ou outra pessoa. De noite, tudo mete medo -responde o irmão.

- Engraçado, o pai e a mãe não ouviram nada. E eles até têm o sono leve, pois acordam logo quando eu os chamo. Anda levanta-te. Vamos ver o que é.

De mão dada, os irmãos saem do quarto. É que dois valem mais do que um. Especialmente quando os pais dormem como ursos no Inverno.

- Mnnhhãããã!

- Ouviste? - sussurra a Joana. -Está alguém lá fora.

- O barulho vem da varanda -diz o irmão, abrindo as persianas. - Vamos buscar uma lanterna. Temos de descobrir o que é isto.

Noite. Escuro como breu. Nem uma palha se mexe. Nem uma folha. Subitamente, uma sombra tenta esconder-se. Mas não consegue.

- Olha, é um gatinho! E parece estar ferido! - exclama a Joana.

- Tens razão. Cuidado, não o assustes - diz o João enquanto se aproxima.

O animalzinho nem se mexe, e treme quando o João lhe acaricia o pêlo.

- Tem a patita ferida. Temos de levá-lo para dentro. Para a cozinha.

E para não o abandonarem sozinho, os dois irmãos foram ao quarto, pé ante pé, e trouxeram os cobertores para se deitarem junto do ferido.

De manhã, o pai e a mãe têm uma das maiores surpresas da sua vida ao darem com três caminhas na cozinha...e ocupadas! Depois de tudo explicado, o pai diz que o gatinho precisa de ser observado pelo veterinário. E aí vão todos para a clínica veterinária.

O senhor Apolinário, veterinário sem horário, examina o animal e ri-se:

-O vosso amiguinho não é gato...é gata. E vai precisar de fazer o curativo todos os dias. Por isso, tendes de aprender a fazer-lhe o penso... Reparai! Os bons amigos são os que nos ajudam quando precisamos deles.E esta gatinha precisa de vós.

100 histórias à lareira, Edições Asa

0 Comments:

Post a Comment

<< Home